Isso é coisa de…

Não é de hoje que a frase “isso é coisa de” está nas conversas amistosas, e algumas nem tanto, entre pessoas de um mesmo grupo. Acontece mais ou menos assim: um indivíduo A reconhece no indivíduo B um conjunto de características que este considera semelhantes. Uma forma do indivíduo A testar as semelhanças é trazer à baila um indivíduo C diferente dos dois primeiros. O indivíduo A não quer apenas testar as semelhanças, quer testar as diferenças e seus sentimentos sobre essas diferenças. Segue alguns exemplos:
A) dois homens brancos apontam para uma coisa que consideram errada e dizem: isso é coisa de preto;
B) dois homens heterossexuais (aqui não importa a cor) dizem: isso é coisa de viado;
C) um homem e uma mulher de determinada religião exclamam: isso é coisa de crente;
D) um homem heterossexual preto e uma mulher branca Testemunha de Jeová gritam: isso é coisa do PT.

Bem… era uma vez um único povo, que compartilhavam a mesma cultura, visão de mundo, crenças… chega um dia que decidem, por motivos que até hoje não entendi, chegar até o céus e resolvem fazer isso construindo uma torre. Confesso que seria uma ousadia de engenharia e tanto. Bem, a fato é que parece que apesar da época eles deviam estar muito perto de conseguir, pois conseguiu deixar Deus irritado. Como solução, Deus fez uma bagunça linguística de forma que ninguém não mais entendia o outro.

 

Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão

Campos obrigatórios são marcados com *